Seja você um provedor ou um usuário de banda larga, sabemos que muitas pessoas ainda enfrentam algumas dificuldades com a internet sem fio, que acabam interferindo na qualidade da conexão. Em geral, nem sempre a qualidade da internet tem culpa. Felizmente, existem alguns meios que podem ajudar a resolver isso, como posicionar o roteador da forma correta, entre outros.

Assim, confira o post até o final e fique por dentro das dicas que preparamos para te ajudar a evitar esse dilema tão comum com o roteador – seja você um usuário final de banda larga ou um provedor que deseja instalar o roteador do seu cliente no melhor ponto da residência.

Aliás, se você se enquadra nesta segunda opção, vale a pena saber que o Aplicativo do Técnico da Solução Flashbox, da Anlix, tem como uma das suas principais funcionalidades sinalizar ao técnico durante a instalação a melhor localização do roteador dentro da casa do cliente. Vale a pena experimentar!

Então, como posicionar o roteador?

Agora, vamos acompanhar algumas dicas:

1. Estabeleça o ponto central da casa

Antes de tudo, uma das melhores formas de posicionar o roteador e conseguir melhor resultado é estabelecer o ponto central da casa. Desta forma, permite-se que o sinal se espalhe por toda a residência.

Além do mais, quando se trata de casas com dois andares ou mais, é aconselhável optar pelo ponto central do primeiro andar, de preferência, em um ponto alto. Assim, o sinal do roteador será distribuído por igual em todas as áreas.

Outra dica é colocá-lo no ponto mais utilizado da casa, o que fará com que o sinal do Wi-Fi esteja sempre forte por ali.

2. Instalação em um local alto

Roteador Wi-Fi

Outro fator que pode influenciar no funcionamento é o local onde foi instalado, pois as ondas de rádio irradiam para frente e para baixo. Assim, como a maioria dos móveis tende a ficar no primeiro plano, existe um maior nível de obstáculos.

Ou seja, a melhor opção é posicionar o roteador em locais mais altos, como em cima de estantes ou algum móvel similar. Além disso, é possível grudar esse dispositivo em uma parede, o que permite deixá-lo ainda mais alto e garantir um bom alcance da rede.

3. Posicione as antenas corretamente

Geralmente, a melhor posição para deixar as antenas é para cima. Isso faz com que o sinal se espalhe de forma horizontal. Entretanto, quando se trata de diferentes andares, o ideal é posicioná-las deitadas, pois assim as ondas serão disseminadas verticalmente.

4. Evite colocar o roteador perto de obstáculos

Alguns objetos como espelhos, aquários, paredes ou vigas muito espessas, além de equipamentos que causam ruídos na rede, são como obstáculos que podem atrapalhar a transmissão do sinal.

Por isso, é de suma importância para o bom funcionamento do roteador verificar uma localidade distante desses objetos, principalmente de aquários, pois a água também é um dos obstáculos que mais impede que o sinal passe, chegando até absorvê-lo.

Assim, estabeleça uma localidade mais livre possível, como lugares próximos a corredores, que oferecem menos paredes para ultrapassar. Evite deixar próximo aos espelhos ou superfícies refletoras, pois farão o sinal ir e voltar rapidamente.

5. Evite colocar o roteador próximo a outros eletrônicos

Alguns eletrônicos trabalham na frequência 2,4 GHz, no caso, a mesma usada pelo sinal de Wi-Fi mais comum em tecnologias anteriores ao Wi-Fi 6 e Wi-Fi 5 (AC). A consequência do uso dessa mesma faixa de frequência é a interferência na emissão e na qualidade das redes e potencialmente lentidão no uso.

Desse modo, opte por não deixar o roteador próximo a outros aparelhos eletrônicos, principalmente ao micro-ondas, telefones sem fio ou babás eletrônicas. Atualmente, é possível ter a possibilidade de trocar para a faixa de 5 GHz, no caso dos roteadores dual band.

6. Evite deixar o roteador próximo a janelas

Frequentemente, o sol e a umidade tornam-se grandes inimigos do bom funcionamento de um roteador, pois esses dois fatores podem aquecer demais o equipamento e reduzir a vida útil do aparelho, respectivamente. Desta forma, evite posicionar o seu roteador próximo a janelas e em varandas, além de locais sujeitos ao calor e à umidade.

Vale lembrar que em alguns casos o produto pode já estar corrompido devido a essas exposições. Então, adquira um novo roteador e evite a prática dessas situações.

7. Use uma lata de alumínio

Atenção! Vale a pena registrar que essa opção é, na verdade, uma grande “gambiarra”. Os metais podem ser grandes inimigos dos roteadores, pois acabam refletindo as ondas de rádio emitidas pelo aparelho, o que muitas das vezes traz grandes prejuízos ao funcionamento. Entretanto, usar uma lata de alumínio pode ser, em alguns casos, benéfico, principalmente quando você tem a intenção de direcionar o sinal.

Quando não existe a possibilidade de posicionar o roteador em um ponto central da residência, essa técnica pode ajudar, pois é possível deixar o roteador emitindo apenas em uma direção desejada. Para isso, deverá ser retirado o fundo da lata e cortá-la ao meio.

Em seguida, é preciso abri-la de forma que pareça um radar e depois inseri-la no roteador. A antena deve ficar no buraco de abertura da lata de alumínio, atrás da antena, projetando as ondas em uma única direção. Mais uma vez, é importante repetir que essa opção não é a melhor das soluções.

8. Utilize um ponto adicional com rede Mesh

Por fim, uma última opção para melhorar o sinal do Wi-Fi da casa do cliente é utilizar um ponto adicional de rede Mesh. Melhor ainda se o provedor tiver a oportunidade de utilizar a rede Mesh 2.0 da Anlix, que tem como grande diferencial o suporte multimarcas.

Ou seja, o provedor pode reduzir custos ao utilizar roteadores e ONTs de menor valor, que não venham com suporte Mesh de fábrica, e de diferentes modelos e diferentes marcas diferentes, em uma única rede para melhorar o sinal da casa do cliente.

Se você quer se aprofundar um pouco mais no tema, assista a esse vídeo da nossa série Conexão Anlix no YouTube e aprenda muito mais com a aula do nosso CTO, Gaspare Bruno:

Conclusão

Em síntese, o desejo de todo consumidor é o bom funcionamento do roteador constantemente, mas sabemos que alguns fatores, que podem até passar despercebidos, afetam a sua qualidade.

Então, esteja sempre atento a esses quesitos e como eles podem afetar o sinal do Wi-Fi. Algumas ações como reiniciar o roteador, evitar os obstáculos, mudar o canal usado no aparelho, entre outros, podem ajudar a melhorar o sinal em sua casa, mas nem sempre são eficazes.

A Anlix é uma empresa que oferece as melhores soluções de gerência remota para Wi-Fi, com a intenção de otimizar as operações dos provedores de internet – entre elas, a já citada rede Mesh 2.0. Quer experimentar na sua operação? Preencha um rápido formulário agora mesmo!