Em geral, sabemos que a conectividade é fundamental para realizar grande parte das nossas ações do dia a dia, especialmente no ambiente de trabalho. Por esse motivo, é importante entender o conceito de latência na internet e como esse atraso pode definir a qualidade de conexão. Confira a seguir:

Afinal, o que é latência?

Latência

Antes de tudo, podemos definir que latência é o mesmo que atraso. Porém, tratando-se de latência na internet, por exemplo, significa a quantidade de atraso (tempo) para que uma ação seja realizada e traga o seu resultado (reação). Em geral, a latência de internet é medida em milissegundos (ms).

Para entendermos melhor esse conceito, basta nos lembrarmos da solicitação que um computador realiza para acessar um site. Com esse exemplo, você pode pensar que a latência tende a ser sempre próxima de zero. No entanto, sabemos que essa não é sempre a realidade, já que por muitas vezes nos deparamos com situações em que os websites e diversos elementos demoram a carregar depois de nossa solicitação. 

Temos o hábito de avaliar a velocidade da internet testando a conexão em sites como o SpeedTest, por exemplo, que avaliam a conexão apenas através da largura de banda, que é a quantidade de dados que podem ser transmitidos em um período de tempo fixo. Porém, a sensação de uma internet veloz não é sempre consequência apenas desse tipo de avaliação – também deve-se levar em consideração a latência.

Como um bom exemplo, temos: ao acessar um site, você vai precisar realizar muitas chamadas no servidor web (por exemplo, baixar uma série de imagens, ícones e etc). Para cada uma dessas chamadas, se você tem uma latência maior, o atraso no carregamento total da página aumenta. Quanto mais elementos, mesmo que pequenos, se a latência da conexão de internet for um pouco mais alta, pior será a experiência do usuário.

Existe uma latência ideal? Como garantir uma melhor experiência?

Latência da internet

A resposta para essa pergunta irá depender de alguns fatores, e um deles é o objetivo principal que demandará a navegação na internet. Há algum tempo, o Google revelou que a velocidade de resposta de um site, por exemplo, é crucial para gerar um bom ranqueamento no motor de busca. Logo, entendemos que a latência impacta diretamente o número de visitas que uma marca recebe no site.

Idealmente, procura-se ter uma latência baixa na última milha (que é a comunicação entre o provedor e a CPE na casa do usuário). É de suma importância garantir uma boa taxa de latência neste percurso e monitorá-la, para ter certeza que está em um bom valor (baixo).

Uma das funcionalidades da plataforma de monitoramento da Anlix, o Flashboard, é justamente o monitoramento da latência de toda a base de clientes do provedor.

Esse monitoramento constante vai permitir que o provedor de internet identifique clientes que estejam tendo uma má experiência antes de receber qualquer tipo de reclamação.

Conforme vimos, a latência de internet está relacionada ao tempo necessário para que uma ação seja realizada. E, já que o seu conceito pode ser definido como “atraso”, se tivermos uma alta latência na internet, teremos dificuldades para executar ações de maneira rápida em aplicações e serviços que dependam de uma conexão com internet.

Agora que você já entendeu o conceito e a importância do monitoramento da latência de internet, que tal conhecer e começar a testar a nossa solução? Basta llenar un formulario rápido a continuación!

¿Dónde encontraste las soluciones de Anlix? *
Autorización para enviar contenido *