Para oferecer opções adequadas de rede para os diferentes tipos de clientes, é fundamental que os provedores definam o uso correto da ONU e da ONT. Cada contexto e necessidade exige o uso de uma dessas opções.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre a ONU e a ONT, preparamos esse conteúdo explicativo em que você entenderá o que cada uma significa, suas diferenças, usos adequados e pontos fracos e fortes desses dois tipos de equipamentos. Confira!

Função da ONU e ONT

A ONU e ONT são diferentes tipos de aparelhos que possuem a mesma função: são responsáveis por encaminhar sinal de internet do provedor até o local físico onde os clientes se encontram.

As siglas significam ONU (Optical Network Units), ou Unidade de Fibra Óptica, e ONT (Optical Network Terminal) ou Terminal de Rede Óptica. Esses dois diferentes dispositivos recebem os sinais ópticos enviados pela OLT (Optical Line Terminal) e os transformam em sinais elétricos, permitindo que os dispositivos do cliente se conectem à internet, seja por cabo ou sinal de Wi-Fi.

Entretanto, a diferença entre eles está na forma que a internet é entregue ao consumidor. Confira abaixo mais diferenças sobre ambos.

O que é ONU?

A ONU (Unidade de Fibra Óptica) é um equipamento que recebe o sinal da internet do provedor (via OLT) e o transforma em impulsos elétricos. Esse aparelho fica localizado dentro da casa do cliente.

A partir dele, saem cabos de pares metálicos (cabo UTP). São esses cabos que chegam até a casa dos consumidores para oferecer os serviços de internet, havendo a necessidade de instalar um roteador que realize a distribuição da internet por cabos de rede ou sinal Wi-Fi.

O formato de transmissão de dados da ONU é feito na arquitetura FTTH, traduzindo, Fibra Para a Residência. Confira outras características relevantes sobre esse equipamento:

  • Pode possuir somente uma porta LAN;
  • Possibilidade ou não de realizar autenticação PPPoE para os usuários;
  • Possibilidade de oferecer sinal Wi-Fi para o cliente somente com o uso de um roteador.

O que é ONT?

A ONT (Terminal de Rede Óptica), é um equipamento que também fica dentro da casa do cliente final.

Eles são conhecidos como “modems”, aparelhos oferecidos pelos provedores em comodato, e a diferença é que eles também trabalham com a função de roteador. Esse tipo de aparelho também necessita de uma conexão à energia elétrica para funcionar.

As ONTs recebem o sinal da OLT através de cabos de fibra óptica que estão instalados nos postes ou cabeamentos nas ruas. Então, o equipamento converte o sinal óptico do provedor através de uma rede óptica passiva (ou seja, rede PON, Passive Optical Network), resultando em um sinal elétrico.

Esse “modem” geralmente oferece mais entradas LAN para a conexão de outros aparelhos que utilizam o sinal da internet, podendo ser conectados com cabos de rede.

A ONT é um equipamento muito funcional e versátil, servindo inclusive para oferecer sinal de linha telefônica além do acesso à internet. Outro opcional neste equipamento muito comum atualmente é a presença de rádios sem fio para conexão de aparelhos via Wi-Fi. Essas opções oferecem uma instalação mais enxuta, sem a necessidade de muitos fios e equipamentos adicionais.

Como é um equipamento que ficará aos cuidados do cliente, é relevante repassar algumas informações sobre o uso e manutenção do mesmo.

Primeiro, consulte a necessidade de uso dele. Pode ser que ele prefira que a instalação seja feita em um local específico para conectar dispositivos com cabos diretamente na ONT, o que ajuda a ter um acesso à banda larga mais estável e livre de interferências. Aliás, vale a pena conferir como posicionar o roteador ou ONT da forma correta para o melhor sinal.

A princípio, é importante saber que o local deve ter circulação de ar, mantendo temperaturas entre 0°C e 40°C para evitar superaquecimento do equipamento, o que causará danos e interromperá o serviço. Averigue também a tomada onde a ONT será conectada, respeitando a voltagem de cada modelo de equipamento.

Tanto para as ONUs quanto para as ONTs, o cabo de fibra óptica deve ser posicionado de modo que evite um raio de curvatura maior que 30 milímetros.

A solução Flashbox, da Anlix, ajuda todos os setores do provedor a gerenciar de forma remota os equipamentos na casa de clientes. Além de compatível com vários fabricantes de roteadores e ONTs, oferece um ambiente integrado para facilitar o atendimento ao cliente. Saiba tudo sobre a Flashbox!

Quais as principais diferenças entre ONU e ONT?

ONU e ONT

Agora que já vimos o que é cada um em detalhes, vejamos um resumo sobre as principais diferenças entre as duas opções, considerando o uso que podem ter conforme cada caso.

  • A ONU, mesmo ficando dentro da casa do usuário, funciona somente como um conversor para prover o acesso à internet através de um cabo UTP, transformando o sinal óptico em elétrico, mas não possui tecnologia para roteá-la através de várias portas ou sinal Wi-Fi.
  • Já a ONT é um aparelho que está nas dependências do cliente e que também converte o sinal óptico em elétrico, e pode ser usada para difundir outros serviços através do mesmo equipamento, como roteamento por cabos UTP, Wi-Fi e telefonia via VoIP.

Sendo assim, o uso desses aparelhos difere bem entre si, sendo recomendados para casos específicos e conforme a necessidade do provedor.

Como decidir entre ONU e ONT?

Algumas características diferem no uso dos provedores para oferecer seus serviços usando ONU ou ONT. Veja se alguns desses detalhes fazem mais sentido conforme o que a sua empresa pretende oferecer ao cliente final.

Geralmente, o principal fator de decisão para o provedor são os custos envolvidos para oferecer os 2 tipos de aparelhos, assim como o tipo de plano e cobertura de Wi-Fi desejada pelo cliente.

En el caso de la ONU, como o aparelho não possui a capacidade de rotear ou transmitir sinal Wi-Fi, é necessário adquirir outro equipamento que tenha a função de roteador com portas LAN e ofereça conexão sem fio. Nesse cenário, é mais fácil usar soluções como as Redes Mesh.

Já em relação às ONTs, elas são oferecidas como uma solução com menos equipamentos para gerenciar e fazer controle de inventário, mas podem ter uma cobertura de Wi-Fi menor e ter um custo mais elevado, também podendo ser inviável realizar um setup usando Wi-Fi Mesh.

As soluções da Anlix, a primeira empresa brasileira a oferecer soluções de gerenciamento remoto e monitoramento de Wi-Fi, são o ideal para otimizar a operação de provedores da internet. llenar un formulario rápido abaixo e comece a testar agora!

¿Dónde encontraste las soluciones de Anlix? *
Autorización para enviar contenido *